A advogada liberal e activista Zuzana Caputova foi a grande vencedora da eleição presidencial da Eslováquia, conforme reconheceu há pouco o seu concorrente, o candidato independente Maros Sefcovic, apoiado pelo partido actualmente no poder, o SmerSD.

Segundo a agência Reuters, Sefcovic, que é vice-presidente da Comissão Europeia para a União Energética, reconheceu sua derrota e parabenizou a rival, por telefone, pela vitória na noite deste Sábado.

Mais cedo, o departamento de estatística da Eslováquia informou em comunicado que Caputova, do partido Eslováquia Progressiva, liderava o segundo turno da eleição presidencial com 58 por cento dos votos.

Caputova será a primeira mulher a assumir a presidência do país, em 15 de Junho. Ela também será a governante mais jovem da história da Eslováquia, com 45 anos.

O primeiro turno da eleição ocorreu em 16 de Março, levando a um segundo turno entre Caputova e Sefcovic, com 40,3 e 18,7% dos votos, respectivamente, segundo o escritório estatístico da República Eslovaca.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui