Com a intenção de mostrar as suas habilidades com a bola, O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu quis fazer média com os iranianos, insistindo que, se a selecção nacional de futebol conseguiu parar o Cristiano Ronaldo, a oposição certamente poderia derrubar o governo.

Jogando com as emoções de milhões de iranianos, que ficaram emocionados ao ver a sua selecção conseguir um empate “impossível” no Mundial de Futebol de 1 a 1 com Portugal, Netanyahu decidiu demonstrar que também pode jogar bola, enquanto transmitia seu amor e carinho pelo futebol ao povo iraniano.

“Para o povo iraniano digo: mostraram coragem no campo de jogo e hoje tiveram a mesma bravura nas ruas do Irão”, disse Benjamin Netanyahu no vídeo, intitulado “Poderias impedir o Cristiano Ronaldo de marcar um golo?”.

A euforia sentida pelos torcedores na Copa do Mundo na Rússia, Netanyahu sugeriu, só pode ser superada pelo sentimento de total liberdade quando o governo do arqui-rival de Israel, que é, naturalmente, a raiz de todos os problemas dos iranianos, for derrubado.

“O Irãotem muitos problemas — poluição do ar, escassez de água, bilhões desperdiçados em terror”, ressaltou. “Você pode imaginar o que aconteceria se o governo iraniano, em vez de desperdiçar o seu dinheiro na Síria, no Iêmen, e em guerras desnecessárias no Oriente Médio, começassem a investir na solução desses problemas no Irão?”, provocou.

Enfatizando seu desejo de ajudar o povo iraniano a se ajudar, o primeiro-ministro israelense pintou um futuro brilhante, no qual “a selecção de futebol do Irão está cara a cara contra Israel em uma Teerã livre. Nesse dia, todos seremos vencedores”.

Tentativas de conquistar os corações dos usuários de mídia social iranianos que falam inglês tornaram-se tácticas de assinatura de Netanyahu ao longo de anos de intromissão nos assuntos iranianos.

Não é a primeira vez que Netanyahu usa eventos esportivos para encorajar a oposição iraniana a se levantar contra o líder supremo Ali KhameneiTeerã acusou repetidamente Washington e Tel Aviv de dar apoio a protestos esporádicos destinados a derrubar o governo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.