Angola assume, a partir deste Domingo, dia 1, a presidência rotativa do Conselho de Paz e Segurança (CPS) da União Africana (UA), cargo que ocupará até Março de 2020.

O mandato de Angola terá início com a realização em Luanda, de 4 a 6 deste mês, de uma Reunião Ministerial do órgão de defesa da União Africana.

A decorrer sob o lema Reconciliação Nacional, Restauração da Paz, Segurança e Reconstrução da Coesão em África, a reunião enquadra-se na estratégia de consolidação da paz e promoção do desenvolvimento sustentável.

Estarão na sessão de abertura do encontro 80 entidades, entre as quais 15 ministros das Relações Exteriores dos Estados Membros do Conselho de Paz e Segurança da UA.

Para transmitirem as experiências dos seus países, relacionadas ao tema da reunião, foram convidados os chefes das diplomacias do Mali, Níger, RCARDC, além da Argélia e do Rwanda (membros do CPS).

Em agenda está também prevista a intervenção do Comissário para a Paz e Segurança da Comissão da União Africana, Smail Chergui.

Por altura da apresentação do programa da presidência de Angola, na sede da UA, o Representante Permanente de Angola junto da União Africana, Francisco da Cruz, enfatizou que o certame servirá para explorar formas e meios de aumentar a dinâmica dos esforços continentais em curso, tendentes a silenciar as armas.

Ler também: DESPORTO: Angolanos concorrem para os prémios de melhor de África

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.