Trata-se um fenómeno raro que acontece em uma em cada 13 mil gravidezes.

Um teste de ADN a dois gémeos permitiu descobrir que, afinal, a mãe tinha um segredo a esconder.

O teste aconteceu como parte do processo legal rotineiro de registo de crianças em Xiamen, na China, e apurou que os recém-nascidos são de pais diferentes, de acordo com a imprensa local.

Trata-se de um caso raríssimo de super-fecundação, um processo que consiste na fecundação de dois ou mais óvulos do mesmo ciclo menstrual por espermatozóides de coitos diferentes.

De acordo com o Guardian, a hipótese de uma gravidez resultar de um super-fecundação é de uma em cada 13 mil gravidezes, uma lotaria vencedora que não soou a vitória para este casal.

A mulher começou por negar a traição, alegando falsificação dos resultados, mas mais tarde admitiu que manteve relações sexuais extraconjugais, resultando em dois gémeos de pais diferentes. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.