O PR João Lourenço voltou a pedir ao parlamento para se pronunciar sobre a necessidade de uma nova extensão do estado de emergência, por mais 15 dias, visando o controlo do contágio da pandemia do covid-19 no país.

Ao que o jornal O País apurou,  os deputados vão tomar uma posição a respeito, já esta Quinta-feira (23) sendo certo que a Assembleia Nacional é favorável ao prorrogação do estado de excepção, cuja segunda fase termina às 23 horas e 59 minutos do dia 25 de Abril.

O líder do PRS, Benedito Daniel disse que a razão por que o seu partido é favorável à extensão do estado de emergência reside no facto de “estar em causa a vida dos angolanos”.

Lucas Ngonda,  presidente da FNLA defende, por sua vez  um “maior  controlo das comunidades dado o perigo que representa o ajuntamento das pessoas”.

Enquanto o  líder da bancada parlamentar da CASA-CE, Sebastião André defende  “a abertura aos municípios do interior do país  e a implantação do recolher obrigatório  em Luanda.

Liberty Chiaka da UNITA é favorável ao “desagravamento de algumas medidas para permitir   produção da empresas”.

Já o MPLA, na pessoa do seu líder parlamentar, Américo Cuanonoca, pediu que  a população    “tenha a  consciência do perigo  que representa  o ajuntamentos populacionais”.

Leia também: Saída de emergência: Os governos estão a começar a diminuir as restrições

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.