A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) é desde Quinta-feira a nova concessionária do sector, função exercida anteriormente pela petrolífera estatal Sonangol, “concluído o quadro legal para o exercício efectivo” da actividade.

Em comunicado, enviado hoje à Lusa, em Luanda, a ANPG refere que com a publicação da Lei 5/19 de 18 de abril, que altera a Lei das Actividades Petrolíferas, conclui-se o quadro legal para exercício efectivo da função de concessionária.

No âmbito do processo de reestruturação do sector petrolífero em curso, o Governo angolano criou em Fevereiro de 2019 a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis com atribuição específica de concessionária nacional.

Segundo o Governo, a medida enquadra-se no “processo de reestruturação do sector petrolífero em curso com o propósito de assegurar uma maior coordenação política, eliminar eventuais conflitos de interesses, aumentar a transparência e a eficácia dos processos e criar condições de atractividade do investimento privado”.

Regular, fiscalizar e promover a execução de actividades petrolíferas no domínio das operações e contratação do sector de petróleos, gás e biocombustíveis são algumas das atribuições da nova concessionária angolana. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.