Gostaria de viajar até à Estação Espacial Internacional, mas julga que é um sonho impossível?…é melhor começar a juntar uns trocos. De acordo com a própria NASA, tal vai ser possível já a partir de 2020.

A abertura da Estação Espacial Internacional a turistas e empresas marca um novo passo na sua privatização. De relembrar que a Administração de Trump tem intenções de lhe ir reduzindo o financiamento até 2025.

Foi através do Twitter que a NASA fez saber que vão existir viagens para turistas e empresas até à Estação Espacial Internacional. De acordo com Robyn Gatens,​ director-adjunto da estação, irão ser realizadas duas missões com “astronautas privados” por ano, com uma “curta” duração de 30 dias cada.

Jeff DeWit, director financeiro da NASA, referiu que o objectivo passa por cobrar aos turistas cerca de 31 mil euros por cada noite na Estação Espacial Internacional. Com este valor pago, os turistas têm direito a ar, água, comida e comunicações incluídas. No entanto, além deste valor, os turistas terão de pagar cerca de 52 milhões de euros pela viagem de ida à órbita e de regresso à Terra.

Esta abertura e mudança por parte da agência norte-americana tem como objectivo aumentar as receitas podendo assim “aterrar a primeira mulher e o próximo homem na Lua até 2024, onde as empresas norte-americanas também desempenharão um papel essencial no estabelecimento de uma presença sustentável”.

A Estação Espacial Internacional é um laboratório espacial cuja montagem em órbita começou em 1998 e terminou oficialmente em 8 de Junho de 2011 na missão STS-135. A estação encontra-se numa órbita baixa de 408 x 418 km, que possibilita ser vista da Terra a olho nu e viaja a uma velocidade média de 27 700 km/h, completando 15,70 órbitas por dia.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui