Ao “Prémio Imprensa Nacional de Literatura”, devem ser apresentadas até o próximo dia 9 de Agosto propostas de livros inéditos, da autoria de nacionais e estrangeiros, estes desde que residam no país há mais de 3 anos.

O assessor de comunicação, imagem e captação de negócios institucionais da Imprensa Nacional disse que o prémio surge com o objectivo de estimular a escrita e a criação literária e os hábitos de leitura. Valdir da Silva de Sousa disse, ao Jornal de Angola, que o intuito é descobrir novos autores, motivo pelo qual podem candidatar-se pessoas de qualquer idade. “Queremos contribuir para que apareçam futuros Pepetela, Manuel Rui e Ondjaki que não tenham a possibilidade de editar a sua criação”, disse.

Segundo o regulamento, o período de entrega das candidaturas termina no próximo dia 9 de Agosto e devem ser feitas em dois formatos, nomeadamente o físico e o digital. O suporte físico é entregue em duas cópias na sede da Imprensa Nacional, na Cidade Alta, já o digital num disco amovível (pendrive ou CD) ou por via do correio electrónico. (premio.literario@imprensanacional.gov.ao).

Valdir da Silva de Sousa justificou que as candidaturas por e-mail servem para facilitar os interessados que estejam a residir distante da província de Luanda. As propostas de livro submetidas ao prémio são apresentadas publicamente, no dia 13 de Agosto, numa conferência de imprensa, para posterior apreciação interna do júri por um período que deve durar um mês. O júri é composto por membro na União dos Escritores Angolanos (UEA), professor universitário e editor, sendo que estes têm o direito de não escolher nenhuma das propostas apresentadas e sem recurso.

“os trabalhos vão ser avaliados de acordo com a originalidade, contributo para a cultura nacional e respeito pelas características canónicas do género literário para as quais concorrem.

Prémios

O autor da proposta vencedora ao Prémio Imprensa Nacional de Literatura recebe a quantia de um milhão de kwanzas, a edição e publicação do respectivo trabalho laureado, depois de divulgada a decisão do júri no dia 13 de Setembro, nos órgãos de comunicação social. Além da edição, cuja primeira fase terá uma tiragem de mil exemplares, a Imprensa Nacional fará comercialização do livro em todo o mundo, além da revisão literária, para a qual devem ser eliminadas todos os erros ortográficos ou gramaticais e resolvidas as inconsistências com as normas de estilo adoptadas para a publicação do concurso.

O assessor de comunicação, imagem e captação de negócios institucionais da Imprensa Nacional informou que, além da premiação principal, poderão ser atribuídas uma ou mais menções honrosas, que devem igualmente dar origem à publicação dos mesmos.

Valdir da Silva de Sousa aconselhou os candidatos a manterem contacto com o regulamento do prémios disponíveis no site da Imprensa Nacional por forma a evitar possíveis incompreensões. O Prémio Imprensa Nacional de Literatura visa igualmente valorizar o talento nacional e promover a divulgação de obras de autores desconhecidos no mercado literário angolano.

Ler também: Filme sobre guerra em Angola vence prémio no Brasil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.