O Presidente da República da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, rejeitou esta Quarta-feira o nome de Domingos Simões Pereira, indicado pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), para o cargo de primeiro-ministro.

Na Segunda-feira, 17 de Junho, José Mário Vaz solicitara ao PAIGC, partido mais votado nas eleições legislativas de Março, que indicasse o nome daquele que deveria ser o futuro primeiro-ministro. Sem surpresa, o PAIGC indicou Domingos Simões Pereira, presidente do partido. Uma proposta declinada esta Quarta-feira, 19 de Junho, pelo chefe de Estado que pediu ao PAIGC para indicar outro nome.

Logo após o anúncio dos resultados das eleições legislativas, Domingos Simões Pereira afirmara que se José Mário Vaz não aceitasse o seu nome para o ocupar o cargo de primeiro-ministro, poderia ser equacionada a hipótese de ser o candidato do PAIGC à presidência, nas eleições já agendadas para 24 de Novembro.

A decisão do presidente José Mário Vaz surge quando chegou à Guiné-Bissau uma missão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), para uma visita de acompanhamento.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.