O Departamento de Estado dos Estados Unidos exigirá que quase todos os solicitantes de visto norte-americano apresentem informações de redes sociais, tais como nomes de usuários e endereços de e-mail.

Anteriormente, apenas os solicitantes que precisavam de verificação adicional, como pessoas que haviam visitado ou moravam em países controlados por grupos terroristas, eram obrigados a fornecer essas informações.

“O Departamento de Estado dos EUA actualizou seus formulários de pedido de visto de imigrante e não-imigrante para solicitar informações adicionais, incluindo identificadores de média social, da maioria dos solicitantes de visto dos EUA”, disse uma autoridade do Departamento de Estado dos EUA.

O funcionário acrescentou que o novo requisito é uma medida para melhorar os procedimentos de triagem de segurança que protegerão os cidadãos dos EUA contra ameaças potenciais.
Apenas os requerentes de certos tipos de vistos diplomáticos e oficiais estarão isentos dos requisitos.

O novo formato de requerimento, proposto em Março de 2018, entrou em vigor na Sexta-feira (31) e deve afectar cerca de 15 milhões de estrangeiros que solicitam vistos dos EUA anualmente.

Caso sejam descobertas informações falsas sobre as redes sociais apresentadas, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que “sérias consequências” poderão ser vir.

A imigração é uma das principais bandeiras do governo do presidente dos EUA, Donald Trump. Desde que assumiu, Trump introduziu medidas que retardaram o processo legal de imigração, aumentaram o custo da imigração e limitaram o acesso a serviços de imigração no país, entre outros.

Uma das principais polémicas da actual administração da Casa Branca gira em torno da construção de um muro entre os EUA e o México.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.