Um empresário libanês foi condenado a 5 anos em uma prisão dos Estados Unidos, informou o Departamento de Justiça em um comunicado à imprensa.

“O operador de uma rede de empresas no Líbano e na África, que o Departamento do Tesouro dos EUA designou como financista do Hezbollah, o grupo baseado no Líbano e que é apontado como terrorista por Washington, foi condenado a cinco anos de prisão e condenado a perder USD 50 milhões”, publicou nesta Quinta-feira (8).

Kassim Tajideen, de 63 anos, já se declarou culpado de lavagem de instrumentos monetários e violação de sanções, segundo o comunicado.

O texto também aponta que Tajideen admitiu que conspirou com pelo menos cinco outras pessoas para realizar mais de USD 50 milhões em transações com empresas norte-americanas que violaram a lei dos EUA.

Em 2009, o Departamento do Tesouro designou Tajideen como “terrorista global especialmente designado”, com base em suas dezenas de milhões de dólares em apoio financeiro ao Hezbollah, segundo o comunicado.

Homem negro é detido nos EUA por dois agentes a cavalo e levado por uma corda

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.