Um assalto à mão armada resultou na morte de um cidadão de nacionalidade russa, o terceiro caso registado em Luanda, em menos de 24 horas, na perseguição a pessoas que saíam de bancos.

Segundo a polícia, o caso ocorreu esta Sexta-feira na zona de Alvalade, distrito da Maianga, quando a vítima, de 51 anos, depois de sair do banco foi abordada por dois homens e alvejada mortalmente com três tiros.

Na Quinta-feira, o primeiro caso envolveu um cidadão luso-angolano, de 61 anos, que ao lado do Tribunal Provincial de Luanda D. Ana Joaquina foi surpreendido por dois homens, que se faziam transportar numa motorizada, que atingiram o homem com dois tiros e levaram o dinheiro. A vítima, que ainda foi socorrida até uma unidade hospitalar, acabou por morrer.

Num outro caso, também ocorrido na Quinta-feira, na zona do Rocha Pinto, distrito da Maianga, foram vítimas duas pessoas, entre as quais um oficial da Polícia Nacional na reforma, tendo o motorista da viatura sido morto a tiro na sequência do assalto.

Onda de crimes têm assustado a população

Depois de levantar o dinheiro num banco, o comissário-chefe da Polícia Nacional reformado viu a sua viatura ser abordada por dois homens de motorizada, armados de pistola AKM, disparando contra o motorista, que acabou por morrer no hospital, e levado o dinheiro.

voxnovaangola_mateus_rodrigues_beethoven_wangaO director do Gabinete Institucional e Imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional em Luanda, intendente Mateus Rodrigues, apelou aos cidadãos a absterem-se de realizar levantamentos de somas avultadas nos bancos sem a protecção da polícia ou empresas de segurança especializadas.

Temos diariamente chamado a atenção aos cidadãos para que evitem o levantamento de somas monetárias avultadas nos bancos e, se o fizerem, se tiverem necessidade imperiosa de o fazer, que o façam com o auxílio da polícia ou de empresas de segurança privada especializadas neste tipo de trabalhos, disse Mateus Rodrigues, em declarações à rádio pública angolana.

Esta semana registou-se ainda outro caso, com a morte de um oficial da polícia, que foi atingido a tiro por um grupo de homens armados quando seguia num carro com cidadãos de nacionalidade chinesa, transportando elevadas somas de dinheiro.

Segundo Mateus Rodrigues, este caso está já esclarecido, tendo já sido efectuadas algumas detenções.

Ler também: Onda de crimes têm assustado a população

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.